Na fachada se destacam os planos de brises em concreto, que não só exercem a função de sombreamento e equilíbrio térmico interno, mas também contribuem para a desconstrução do volume massivo, proporcionando leveza. Os planos verticais de concreto sob a luz do sol criam um dinâmico logo de luz e sombra, com resultados variados ao longo do dia e das estações do ano.

 A divisão interna dos andares não se submete ao módulo adotado pela estrutura que, a fim de reafirmar sua independência, adquire a forma de colunas cilíndricas. No térreo, diretamente da rua se tem acesso aos elevadores, uma adaptação dos arquitetos do princípio moderno de edifícios suspensos, com o rés-do-chão liberado para espaço público de livre circulação.

"/> Associação Brasileira de Imprensa (ABI) | ArqGuia

Associação Brasileira de Imprensa (ABI)


Este grande paralelepípedo sobre pilotis foi um dos edifícios pioneiros na aplicação dos princípios da arquitetura moderna, tendo sido contemporâneo do Palácio Capanema (MEC), a apenas um quarteirão de distância. Com menor liberdade que seu par, resultado das limitações impostas pelo terreno de esquina e com dois vizinhos laterais, e passados quase 80 anos, ainda é possível perceber no projeto um caráter inovador e atual. Esta atualidade é especialmente visível quando o comparamos à vizinha Biblioteca Nacional, construída apenas cerca de 30 anos antes.

 Na fachada se destacam os planos de brises em concreto, que não só exercem a função de sombreamento e equilíbrio térmico interno, mas também contribuem para a desconstrução do volume massivo, proporcionando leveza. Os planos verticais de concreto sob a luz do sol criam um dinâmico logo de luz e sombra, com resultados variados ao longo do dia e das estações do ano.

 A divisão interna dos andares não se submete ao módulo adotado pela estrutura que, a fim de reafirmar sua independência, adquire a forma de colunas cilíndricas. No térreo, diretamente da rua se tem acesso aos elevadores, uma adaptação dos arquitetos do princípio moderno de edifícios suspensos, com o rés-do-chão liberado para espaço público de livre circulação.

Autores

Marcelo e Milton Roberto (MM Roberto)

Ano Projeto/Ano Construção

1936 / 1936-1938

Endereço

Rua Araújo Porto Alegre 71 Centro

Ficha Técnica

Colaboradores

Roberto Burle Marx (Paisagismo)

Categoria

Institucional

Area

Centro

Contato

(21) 2282-1292
Aberto segunda a sexta 7-19hs (funcionamento do edifício)

O que você não pode perder

Brises da fachada, pilotis de acesso

Sua Busca


Nenhum resultado encontrado.
#
Notice: Undefined variable: postTaxonomies in /home/arqguia/www/wp-content/themes/ArqGuia-Alpha/content-obra.php on line 422

Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/arqguia/www/wp-content/themes/ArqGuia-Alpha/content-obra.php on line 422
>

Associação Brasileira de Imprensa (ABI)
Marcelo e Milton Roberto (MM Roberto)
Centro 1936

Obras Relacionadas


Nenhuma obra relacionada.

Patrocinio

Apoio

Siga-nos

Facebook Instagram

contato@arqguia.com | © 2015 - Arqguia.com